CineFacom exibe “Ritos de Passagem” de Chico Liberato

O cineasta baiano estará entre os convidados da mostra que celebrará a VIII edição do projeto

No próximo dia 28 de agosto (quarta-feira), o CineFacom – Mostra Audiovisual dos Estudantes da UFBA – exibirá o longa-metragem de ritos de passagemanimação, Ritos de Passagem (2012), do artista plástico e diretor baiano Chico Liberato. A exibição começará às 19 horas, no auditório da Faculdade de Comunicação (FACOM) da Universidade Federal da Bahia (UFBA), com a presença do diretor.

A animação gira em torno de dois personagens recorrentes no imaginário nordestino, o Santo e o Guerreiro. Após a morte, os dois personagens entram na barca de Caronte, o barqueiro do rio que separa o mundo dos vivos do mundo dos mortos, segundo a mitologia grega. A partir desse enrendo envolvente, é iniciada uma reflexão sobre os atos e escolhas que cada personagem fez em resposta aos acontecimentos que a vida lhes reservou.

chico liberatoFrancisco Liberato de Mattos, mas conhecido como Chico Liberato, nasceu em Salvador, em 1936.  Artista consagrado em diversas áreas, Chico é uma figura expoente e pioneira no cinema de animação na Bahia, com várias produções na área do audiovisual, dentre as quais o terceiro filme de animação feito no Brasil, Boi Aruá (1985). Dessa forma, o artista plástico e diretor se firma como uma das figuras mais importantes do cenário audiovisual baiano na atualidade.

Criado em fevereiro de 2013, por meio do Centro Acadêmico da Faculdade de Comunicação da UFBA, o projeto CineFacom  tem sido um espaço de circulação e reflexão da produção audiovisual acadêmica e contemporânea. O Cinefacom promove mostras quinzenais, de variados gêneros e temáticas, possibilitando a inscrição de vídeos de estudantes matriculados na UFBA.

Filmes:

Ritos de Passagem / Chico LIberato / 98´

Serviço:

O quê: VIII edição do CineFacom – mostra Ritos de Passagem

Quando: 28 de agosto (quarta-feira), às 19 horas;

Onde: Auditório da Faculdade de Comunicação da UFBA. Rua Barão de Geremoabo, s/n, Ondina.

Quanto: Entrada franca

Advertisements