Entrevista com Tiago Oliveira – A MOÇA BONITA

O curta-metragem do estudante Tiago Oliveira, “A Moça Bonita”, conta a história de uma linda garota que paquera um jovem rapaz dentro de um vagão de trem. Baseado no conto homônimo de Helena Parente Cunha, o curta será exibido no auditório da Facom, às 19 horas, em mais uma sessão de mostra de estudantes do CineFacom.

O filme já participou do 8º Festival de Cinema de Ourinhos/SP.

 A Moça Bonita

1-      O que te levou a criar esse vídeo?

Durante uma aula de produção e difusão do conhecimento em artes, a professora Marinisé Prates apresentou o conto “A Moça Bonita” de Helena Parente Cunha, e após a leitura do conto, ela indagou: Isso não daria um curta metragem?. Essa ideia me perturbou até a concepção desse filme.

2-      Quanto tempo este trabalho demorou a ficar pronto? Como foi o processo de produção deste vídeo?

Aproximadamente 40 dias. Após a adaptação do conto para o roteiro, a produção se deu através do trabalho intenso da produtora Sirley Souza, que contatou os atores, levantou recursos técnicos e financeiros, e junto comigo, filmamos sem autorização prévia na locação que foi no trem do subúrbio de Salvador.

3-      Quais os equipamentos utilizados? Da faculdade ou equipamentos emprestados?

Equipamentos próprios. Utilizamos uma câmera fotográfica profissional DSLR, um tripé, um bum, outros pequenos acessórios.

4-      Quais suas expectativas com esse trabalho? Inscrever em festivais, exercício da faculdade?

Esse trabalho já participou do 8º festival de Cinema de Ourinhos em Ourinhos/SP e está inscrito no Festival Internacional de 5 minutos. Pretendemos inscrevê-lo em outros festivais.

5-      Fale um pouco da sua experiência como diretor realizador do audiovisual.

Oriundo do BI em Artes com Concentração em Cinema e Audiovisual, em 2011 comecei com vídeos experimentais para apresenta-los em disciplinas acadêmicas, em 2011 realizei meus primeiros documentários: O Jovem Mercador e Box 4, esse último em parceria com o diretor Rogério Villaronga. Já em 2012 realizei o documentário “Mar Vivo”, selecionado para O 9° Cine Documenta, festival de documentários de Ipatinga/MG e para o 30º Festival de Cinema de Bogotá/ Colômbia. E em 2013 Realizei “A Moça Bonita”, adaptação do conto homônimo de Helena Parente Cunha. Participei como ator no curta “Cópia Infiel” e como colaborador em diversas produções audiovisuais entre colegas do BI.

CineFacom: Conheça, participe, divulguecurta!

Advertisements